DJL Comunicação X Cliente: Uma empresa bem sucedida, estruturada e humana.

No último sábado, dia 15 de setembro, foi comemorado o dia do cliente. Para nós, quem gosta dos nossos produtos ou serviços é um amigo, pois é exatamente essa relação que temos com os nossos clientes.

Uma das características mais importantes que uma empresa deve possuir é saber tratar bem o seu consumidor. Ter um bom relacionamento com o cliente é um importante pilar adotado pela DJL Comunicação, que deseja de maneira eficaz fidelizar o seu consumidor, oferecer o que ele procura e fazer parte do seu dia a dia.

Para entender uma necessidade, resolver um problema ou encontrar novas oportunidades, é preciso ter empatia.  Dessa maneira, nós, da DJL, pensamos como cliente e trabalhamos o relacionamento com foco nele, organizando as nossas tarefas com a visão que outras pessoas têm a respeito dele. Experimentamos também pensar como alguém no momento da compra, por exemplo, fazemos pesquisas com o público da marca e deixamos o cliente se envolver nas discussões sobre um novo serviço ou demanda.

Outra postura importante, ao nosso ver, e  que fazemos questão de adotar é a atenção ao prazo e a confiança. Falamos sempre com uma linguagem adequada, marcamos reuniões com frequência, respondemos às dúvidas com calma e nunca o deixamos esperando. Com essas atitudes, fica fácil demonstrarmos a maneira profissional que trabalhamos e que vamos realizar o nosso serviço. Pra gente, é fundamental que nossas ações sejam relacionados a experiências positivas. Quando nos mostramos atenciosas, profissionais e pontuais, sabemos que a confiança chegará também.

Ter novas possibilidades e projetar parcerias é excelente, além de ser uma parte importante do nosso plano de negócios. Ser reconhecido, conquistar e fidelizar um novo consumidor é maravilhoso, mas manter os antigos contatos por perto é essencial.

Entendemos que o relacionamento com o cliente é a base de uma empresa bem sucedida, estruturada e humana.  E assim, buscamos atuar com o máximo de naturalidade, de ser e fazer o que acreditamos. O nosso objetivo sempre é entregar os valores de uma marca, produto e claro, contar histórias, enfatizar a vida das pessoas, fazer o cliente somar ao negócio, construir laços são as nossas melhores estratégias.

Nossa História!

Há algum tempo não escrevemos aqui no blog… Como diz o ditado popular “casa de ferreiro, espeto de pau”. A gente escreve pra caramba, faz texto quase todo dia e quando chega a hora de escrever para o nosso blog, falar sobre o dia a dia da gente, os trabalhos, as novidades… acabamos desviando, cuidando de outras coisas… os dias vão passando,  passando e quando vemos está assim,  com texto de 2015!

Decididamente isso não pode acontecer! E hoje, quando estava por aqui, cuidando da DJL Comunicação, parei e pensei… Precisamos voltar a escrever no blog. Precisamos sim, cuidar da nossa página. Afinal, se trabalhamos com isso, como vamos descuidar logo de nós mesmos! Não, não vamos mais!

Talvez isso aconteça, porque somos três jornalistas, que decidimos atuar juntas, montar nossa empresa, com a proposta de fazermos aquilo que gostamos e escolhemos como profissão, mas também uma busca melhor qualidade de vida ao lado de nossos pequenos. Sim, eu que tô aqui escrevendo, sou Juliana Moraes, tenho 39 anos e uma filha de 12. Minhas outras duas sócias, Lívia Caroline Neves e Daniela do Valle, também têm filhos. Três meninos. Matheus Neves, quase completando 13. Ele faz aniversário agora em setembro. E Bernardo e Davi, filhos da Dani, o primeiro tem 9 e o menor, apenas 3. Já imaginou o trabalhão, né?

Pois é, o que não imaginávamos é que ter empresa traz sim bonanças, mas também precisa de muuuuuita dedicação. Além de atuarmos como jornalistas, viramos administradoras, vendedoras, designers, decoradoras, enfim surfamos em muitas outras ondas, que jamais imaginávamos.  E com isso, tomamos muitos caldos, entramos em vários tubos e muitos deles tivemos uma dificuldade imensa de achar a saída.

Demos início a nossa empresa no início de 2014. Nossa ideia sempre foi fazer tudo como manda o figurino.  E aí, chamamos um amigo designer, muito competente, para fazer a nossa logo. Ele fez o orçamento, nós aprovamos, vieram as propostas, escolhemos uma, que é a que temos até hoje. Essa realmente foi uma boa escolha, pois nos representa muito! É linda, identifica a gente e o nosso trabalho! Acertamos o alvo!

Depois, veio a abertura da empresa… Procuramos indicação de contador, porque mais uma vez queríamos fazer tudo certo. No início, tudo correu bem, apesar das idas e vindas de documentação, conseguimos abrir a firma, como se diz… Porém, depois de todo esse tempo, descobrimos que não basta achar que se tem um contador, é preciso acompanhar o trabalho que está sendo feito bem de pertinho…consultar fontes, isto é,  outras pessoas do ramo, pois quando a esmola é demais o santo tem que desconfiar. E nós, infelizmente não desconfiamos. E aí, depois desse tempo todo, quase sem querer, descobrimos o porquê não éramos cobradas… Mas, isso, também estamos matando no peito e fazendo a bola rolar novamente.   Agora, nesse segundo semestre de 2018, nos reorganizamos e decidimos seguir em frente.

Confesso que foi uma decisão complicada, difícil! Mas, somos fortes, negras, mulheres, brasileiras e não desistimos assim tão fácil. Afinal, há quatro anos estamos juntas, lutando para nos mantermos firmes em um mercado mega disputado. Todos os dias, temos colegas perdendo emprego, os jornais, as revistas, o rádio, a TV tem diminuído muito suas redações.  O desemprego  é super presente no universo midiático. Com isso, novas assessorias são lançadas a todo instante. Muita gente boa, mas também aqueles que nem sabem que release precisa trazer notícia.  Em época de mídias sociais, todo mundo acha que pode escrever e ser “jornalista”. Afinal, nem diploma é necessário para exercer a função, né?

Nós não acreditamos nisso! A formação é importante sim! E por isso a cada dia nos aperfeiçoamos. Nossa proposta é sempre oferecer o melhor. Chegamos para atender os pequenos empreendedores, os médios e por que não os grandes? Oferecemos serviços para pessoas físicas e empresas de qualquer tamanho, brasileira ou estrangeira. É, as pretinhas aqui falam e escrevem em inglês. Já atuaram em eventos internacionais e dão conta do recado.  Talvez seja por isso, que mesmo em tempos sombrios, temos resistido, em todo esse período sempre fomos contempladas com trabalho, claro que nem sempre com aquele “budget”  incrível e merecido, mas muitos deles revestidos de outras vantagens, que também são valiosas, principalmente para quem está iniciando e procurando um nicho para se firmar e tornar-se referência no futuro.

Ufa! Escrevi bastante! Mas, era necessário! Afinal, percebemos que precisamos olhar um pouco mais pra nossa casa! E não vamos mais deixá-la vazia, sem histórias… e pra recomeçar, era importante contar a nossa! Espero que gostem e estejam sempre por aqui, conhecendo um pouco mais sobre nós, o que fazemos, quais são nossos clientes, parceiros, as atividades que desenvolvemos, enfim tudo o que rola em nosso cantinho e principalmente, saberem que nós três, Juliana, Livia e Daniela, que formamos a DJL Comunicação, estamos dispostas para atender a todos que precisam se comunicar e não sabem como, ou que, às vezes, até sabem, mas precisam de alguém para colocar as ideias em prática!

Um beijo! Esperamos nos encontrarmos mais vezes por aqui e também por aí, nas ruas, nos escritórios, nas redações, em feiras, eventos e tudo mais que nos couber!

Tchau, Tchau!

Somos todos jornalistas!

Jornalista Janaina Xavier entrevista o fisiologista Daniel Gonçalves sobre como as mudanças no horário de verão afetam o dia a dia de atletas

Jornalista Janaina Xavier entrevista o fisiologista Daniel Gonçalves sobre como as mudanças no horário de verão afetam o dia a dia de atletas

No dia do jornalista, não poderíamos nos furtar de comemorar a data da melhor maneira para quem escolheu seguir esta profissão: fazendo matéria, claro!

Aí resolvemos pensar sobre o que iríamos escrever. E logo nos veio a ideia de que atualmente exercemos inúmeras funções, mas ao mesmo tempo, nenhuma regulamentação. Atualmente, o jornalista não possui apenas o cargo de repórter, produtor ou editor. Ele é multifacetado e em muitos casos desempenha, ao mesmo tempo, papéis de produtor, repórter, editor e também designer, fotógrafo, videorrepórter…

Jornalista Claudio Nogueira, jornal O Globo, entrevista Robson Caetano

Jornalista Claudio Nogueira, jornal O Globo, entrevista Robson Caetano

Nos dias atuais parece que quanto mais melhor. Aquele negócio de especialização já era… Ou ao contrário especializa-se em tudo. E como se faz isso? Será que é possível mesmo uma mesma pessoa desempenhar bem tantos papéis? O trabalho não fica comprometido?

Na DJL Comunicação, decidimos que não iria ser assim. Iríamos valorizar nossa profissão e também os outros profissionais, que juntamente conosco, realizam diversos trabalhos para clientes, formando uma comunicação integrada.

Aqui, valorizamos sim o diploma, pois é na faculdade de jornalismo que se aprende a pautar e apurar, a montar pirâmide invertida, a diferenciar textos para impresso, internet, rádio e TV, entre muitas outras lições do dia a dia de quem escolhe ser jornalista.

Entrevista na radio catedra com Ricardo Pantoja e  Aline Lima

Entrevista na radio Catedral com Ricardo Pantoja e Aline Lima

Outra discussão que veio a nossa cabeça e que faz parte do nosso cotidiano é a questão: assessor de imprensa x jornalista. Para nós, somos todos jornalistas. E não temos dúvida de que um bom assessor tem que ser jornalista. Afinal, ele irá sugerir pautas que possam estar presentes nos veículos de comunicação. E assim como as matérias factuais e reportagens, elas tem que ter relevância para serem publicadas.

Quando criamos a DJL, nossa proposta sempre foi de parceria tanto com o cliente, quanto com a imprensa. Para os que nos contratam, explicamos como funciona uma redação e o que é preciso para se obter mídia espontânea. A função do assessor é auxiliar na divulgação, fortalecer a imagem institucional, facilitar a comunicação, o fornecimento e a circulação de uma notícia ou fato, gerando visibilidade e credibilidade.

Jornalista Ida Sandes entrevista Solange Chagas, presidente da Associação de Atletas e Amigos do Célio de Barros

Jornalista Ida Sandes entrevista Solange Chagas, presidente da Associação de Atletas e Amigos do Célio de Barros

A relação com as redações vai ganhando corpo, quando se envia material de qualidade, que tem a ver com o veículo. Os jornalistas que atuam em jornal, revista, rádio, internet e TV precisam ser municiados e querem receber pautas, desde que sejam boas pautas.

Parabéns, a todos nós, assessores, repórteres, editores…, mas antes de tudo, jornalistas que com ética e respeito levam à sociedade um de seus bens mais preciosos: a informação.

 

 

 

Olimpíadas Rio 2016 é logo ali: faltam só 500 dias!

Começou a contagem regressiva para os Jogos Olímpicos de 2016, aqui na Cidade Maravilhosa. O Comitê Organizador dos Jogos divulgou, no início da madrugada desta terça-feira, foto promocional em alusão aos 500 dias para o início das Olimpíadas. A imagem tem um Rio de Janeiro ensolarado, mas com muitas nuvens e traz o mascote Vinícius sobre o teto do bondinho do Pão de Açúcar, um dos cartões postais mais bonitos da cidade.

Apesar de todos os problemas que circundam a organização deste mega evento, para o brasileiro, sobretudo o carioca, será um momento único na história e espera-se que fiquem muitos legados sociais esportivos e econômicos. Os Jogos Rio 2016 serão disputados em quatro regiões da cidade: Barra, Deodoro, Maracanã e Copacabana de 5 a 21 de agosto. Ao todo serão 33 locais que receberão disputas de medalhas, sendo que 14 estão em construção, fora os que serão temporários ou vão receber adaptações para 2016.

Os gastos, por enquanto, circulam em torno de 8 bilhões de reais somente com obras no Parque Olímpico,  na Vila dos Atletas e em Deodoro. Os recursos são dos governos federal e municipal, e parcerias com empresas privadas. Mais de 7 (sete) milhões de entradas serão postas à venda, sendo que cerca de 4 milhões custarão até R$70,00. O ingresso mais caro custará R$ 4.600 para a cerimônia de abertura, no Maracanã.

E aí, animado? A DJL está animadíssima em ter a chance de presenciar e participar de um evento dessa magnitude. Só faltam 500 dias para o Rio de Janeiro se tornar a primeira cidade da América do Sul a sediar uma edição das Olimpíadas.

Fotografo: Divulgação/Rio 2016

Fotografo: Divulgação/Rio 2016

Rio de Janeiro: um quatrocentão cheio de encantos

11039419_10152634637045308_379834906_n

“Cristo Redentor, braços abertos sobre a Guanabara, este samba é só porque, Rio eu gosto de você, a morena vai sambar, seu corpo todo balançar…”. De Tom Jobim a Zeca Pagodinho, da Cin11020339_813120615446146_1088458660_nelândia ao Arpoador, da Mangueira ao Pão-de-Açúcar, de Copacabana ao Dois Irmãos e entre muitos outros caminhos lindos, cheios de charme e ginga, nós da DJL, cariocas e amantes de nossa cidade, gostamos de percorrer o Rio do Leme ao Pontal e por isso não poderíamos deixar de prestar uma homenagem aos 450 anos da Cidade Maravilhosa.

A palavra que traduz o carioca é felicidade.  No morro ou no asfalto, grande parte da população, que aqui nasce, ou que vive e se considera nativo, gosta mesmo é de sorrir, sambar, se divertir, admirar as belezas naturais, estar em paz com a natureza e cultuar a linguagem, as gírias e os costumes de ser carioca da gema.

Estar no Rio é se apaixonar por ele, pela garota ou garoto, porque não, que passa a caminho do mar. Sentir o Rio é tomar um chopp gelado na beira da praia, ou num botequim qualquer. É ter o Redentor como referência e bússola, torcer pro time de coração no Maracanã e sambar ou simplesmente apreciar a beleza de um desfile na Sapucaí. Cariocas, com muito orgulho, essa cidade nos fascina.

11026432_840018946063638_1655107718_n   11016465_10152634801390308_715870393_n

Encravada entre a montanha e o mar, o Rio de Janeiro possui uma geografia única, e é seguramente o ponto do território brasileiro mais conhecido em todo o mundo. Mesmo quem tem apenas um mínimo de conhecimento sobre o Brasil, ao ouvir falar do país associa-o automaticamente à “Cidade Maravilhosa”.

Hoje, ao completar 450 anos, além de tudo o que já escrevemos acima, o Rio se prepara para ser também a capital esportiva do país. Em menos de 10 anos, sediou o Pan Americano, em 2007, os Jogos Mundiais Militares, em 2011, jogos da Copa das Confederações, em 2013 a final da Copa do Mundo, em 2014. Este ano sediará diversos mundiais para que em 2016, possa receber o prêmio máximo do esporte:  as Olimpíadas.

11014728_10152634697960308_214906885_n

Rio, a DJL Comunicação, orgulha-se de ser uma empresa carioca, mas que tem a capacidade, assim como você, de receber clientes de todo o Brasil e do mundo, de braços abertos, com muita alegria e vontade de fazer sempre o melhor.

Parabéns, Rio de Janeiro pelos 450 anos de vida e beleza!

                    11016672_10152634636525308_1591069517_n11040055_10152634636415308_257553441_n11047171_10152634636570308_412850800_n11042253_10152634635720308_924311581_n