Posts

Xô sedentarismo, viva a saúde!

Nos últimos 10 anos, o sedentarismo tem sido enfrentado como um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes, entre outras. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS),  sedentarismo é a quarta causa de morte dentre as 19 que mais atingem a população mundial, estando à frente, inclusive, da obesidade.1393826_10201103322445393_97700771_n

Em 2002, a OMS, durante a 54ª Assembleia Mundial de Saúde, definiu que o Dia Mundial da Saúde teria como tema a promoção da atividade física. A partir de então, o dia 06 de abril passou a ser o Dia Mundial da Atividade Física.

Caminhadas, corridas, vôlei e futebol na areia ou na quadra são os exercícios mais escolhidos pelos brasileiros em geral, principalmente em cidades como o Rio de Janeiro, onde a natureza convida a todos a se exercitar ao ar livre.  Porém, é importante lembrar que para realizar atividade física, o corpo precisa estar preparado.  Com isso, é essencial pensar, que até mesmo uma simples caminhada necessita de cuidados com a preparação física.

“Sabe-se que o exercício físico supervisionado é extremamente benéfico em qualquer idade. É melhor ser um gordinho ativo do que um magrinho sedentário”, conclui a técnica de atletismo Solange Chagas do Valle.

Fazer atividade é essencial para o funcionamento ideal do corpo. Mas, cada uma tem sua respectiva especificidade, assim como cada ser humano suas características e condições físicas. E por isso, de acordo com especialistas, o acompanhamento por um profissional da área médica ou técnica é fundamental.  “Sou professor de jiu-jitsu há 20 anos e atualmente dou aula de atividade funcional aliada à luta para diversos públicos. Minha dica é que não se deve deixar o corpo parado, mas para fazer atividade física é necessário estar em dia com os exames e também procurar auxílio de um profissional da área”, ensina Guilherme Assad.

11146009_835720473186160_986270970_n

No mundo, um em cada três adultos, é sedentário ou não pratica atividade física corretamente. Segundo o preparador físico e fisiologista do exercício Daniel Gonçalves, esse panorama precisa ser modificado para que o número de mortos – 3,2 milhões de pessoas morrem a cada ano em decorrência do sedentarismo – diminua.

11130019_859982150733984_635983595_n “A mudança de hábito é essencial para sair dessa rotina parasitária. O corpo humano foi feito para funcionar melhor quando recebe estímulos decorrentes de movimentos físicos. Além de todo benefício para saúde, a atividade física promove no nosso organismo a liberação de diversos hormônios como a endorfina, responsável pela sensação de bem estar aliviando as dores e relaxando o organismo. Em tempos de estresse pela correria do dia a dia, nada melhor do que ter endorfina circulando no corpo”, explica Daniel Gonçalves.